Ótimo para Combater a Depressão

Ótimo para Combater a Depressão

abril 9, 2021 0 Por Limpador

A psilocibina administrada junto com sessões de psicoterapia produziu efeitos antidepressivos. Foram selecionados 24 adultos com TDM (Transtorno de Depressão Maior) com idades entre 21 e 75 anos. Os participantes não usavam medicamentos antidepressivos, não tinham histórico de transtorno psicótico ou tentativa de suicídio grave ou hospitalização.

O homem passou 22 dias internado, sendo 8 deles na UTI, e precisou ser tratado com antibióticos e antifúngicos. Isso porque os cogumelos causaram falência nos pulmões e rins, além de infecção bacteriana e fúngica. Após injetar cogumelos psicodélicos, um homem de 30 anos dos EUA precisou de atendimento médico, já que teve falência de alguns órgãos, após constatarem que eles estavam crescendo em suas veias.

No Brasil, a psilocibina e psilocina entram na lista da ANVISA como substâncias psicotrópicas (portaria 344/98). Não é apenas a Mind Med que visa implementar o uso de alucinógenos em diversas terapias. Em novembro de 2019, a renomada Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, investiu US$ 17 milhões (equivalente a R$ 70 milhões) na inauguração do maior centro de estudos sobre o assunto no mundo, inteiramente dedicado às pesquisas desses tipos de substância.

O Que É A Psilocibina

As terapias psicodélicas receberam esta semana um sinal verde vindo direto da costa-oeste americana. Após um plebiscito realizado na terça-feira , junto com a eleição presidencial, o estado se tornou o primeiro a legalizar a fabricação e o uso terapêutico da psilocibina, princípio psilocybe cubensis ativo dos chamados cogumelos mágicos, ou psicodélicos. Embora a decisão seja local, especialistas acreditam que estudos com a substância sejam impactados em outros países. A Universidade Johns Hopkins é principal centro de pesquisas com psilocibina nos Estados Unidos.

Os usuários que tentam colher seus próprios cogumelos na natureza correm o risco de envenenamento acidental por ingerir espécies tóxicas. A depressão é um importante problema de saúde pública e afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Muitas vezes, é uma doença resistente aos tratamentos já utilizados .

Cogumelos Mágicos

Outros estados também reduzirem as restrições às drogas recreativas. A pesquisa apontou que 67% tiveram uma redução de mais de 50% nos sintomas de depressão após uma semana de tratamento.

Estudos mostram que uma grande porcentagem de indivíduos que usam esses cogumelos também abusam de outras drogas. A psilocibina (PY, 4-fosforiloxi-N, N-dimetiltriptamina) é o principal princípio psicoativo dos cogumelos alucinógenos. Após a sua ingestão, a psilocibina é convertida na forma farmacologicamente ativa, a psilocina.

O estudo do Imperial College London foi publicado no jornal britânico The Lancet Psychiatry. Foi a primeira vez que a psilocibina foi testada como tratamento em potencial da depressão, disse Robin Carhart-Harris, que liderou o estudo. Uma experiência com cogumelos alucinógenos do tipo Psilocibina quase terminou em morte nos Estados Unidos.

Tratamento Para Depressão

Isso vale, segundo ele, para os cogumelos mágicos, para os demais psicodélicos, e também para drogas como cocaína e heroína, que foram descriminalizadas para uso pessoal em Oregon. Otimista, mas realista, o psicólogo Fernando Beserra adverte que por aqui a legalização da terapia com cogumelos mágicos ainda deve demorar mais um pouco.

A regulamentação do uso terapêutico das substâncias psicodélicas ocorre, em geral, pela via da autorização das agências reguladoras como a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no caso do Brasil, ou a FDA nos EUA. Há um cientista na Inglaterra que categorizou todas as drogas quanto à sua segurança e toxicidade, e a psilocibina e o LSD foram consideradas entre as mais seguras.

Uma pesquisa publicada na revista Human Brain Mapping, em julho de 2014, intitulada Enhanced repertoire of brain dynamical states during the psychedelic experience mostrou como a psilocibina atua no organismo dos usuários. Tagliazucchi e colaboradores realizaram o estudo com alguns voluntários e descobriram que a psilocibina atua em partes do encéfalo relacionadas com os sonhos, reafirmando o sintoma descrito por muitos usuários que dizem ter realizado viagens psicodélicas.

Nem todo cogumelo contém a substância – alguns são inclusive mortais se consumidos por seres humanos. Segundo o estudo publicado, a psilocibina ‘relaxa‘ áreas do cérebro onde as estruturas psíquicas graves que causam depressão e a ansiedade, fazendo com que o sujeito se desvincule dos típicos pensamentos e bloqueios relacionados aos comportamentos depressivos. Entretanto, os participantes tiveram os efeitos alucinógenos da droga, sendo esse ainda um bloqueio para a aceitação pública dos cogumelos como alternativa prática às doenças citadas.